20 de ago de 2008

toda a vez que toca o telefone eu penso que é você
toda a noite de insônia eu penso em te escrever
pra dizer que teu silêncio me agride
e não me agrada ser um calendário do ano passado
pra dizer que teu crime me cansa
e não compensa entrar na dança depois que a música parou

Nenhum comentário: