24 de jul de 2009

pura utopia. sonhos, vontades, loucuras, música, livros, autores, café, paranóicas, ataques e uma tpm crônica.
nenhuma ímpar de sua espécie, especial ou algo do tipo. uma (a)normal querendo encontrar o seu lugar no mundo e, por mais que não possa parecer, corre atrás do que quer dos jeitos mais imporováveis, mas que acredita que sejam úteis.
felicidade e ansiedade me fazem a melhor e mais animada pessoa pra se ter do lado. trizteza e angústia me calam de um jeito indescritível. os sonhos me compõem da maneira mais bonita, e a realidade me faz imatura (por recusa própria de enxergar o que não quero acreditar), irritante e impaciente.
metade do que preciso colocar pra fora, não sai. vezenquando, indiretamente e de uma maneira confusa - e que só eu entendo -, consigo expressar o que me corrói. mas no auge da minha precisão não sai nada além de um mero suspiro.
composta também por vários tipos de bloqueios – estruturais, emocionais, de interação, de escrita e por aí vai -, que, por deus, me atrapalham mais que muita coisa.

sou completamente diferente de qualquer pessoa, e simultaneamente igual a todas. a vida é um ponto de interrogação, e a maioria das coisas em que acredito não passam de incógnitas. quem sabe na minha mente são desvendadas, mas isso seria mais uma das milhares coisas que eu nunca saberei explicar ou expressar.

___________________________________________________________

tinha essa descrição lá no wordpress e eu não queria apagá-la e deixá-la sequer memorável. e, sim, tenho mania de salvar e deixar guardado tudo o que escrevo, seja uma citação inteligente ou uma piada.

Nenhum comentário: