24 de jul de 2009

take my hand, take my whole life too

Não há nada mais gratificante do que o silêncio a dois, quando os dois estão bem juntinhos e nem sentem necessidade de botar no toca-disco um solo da flauta, daqueles suavíssimos. (Carlos Drummond de Andrade, História de amor em cartas)

Nenhum comentário: